Enfim, (tri) campeão!!!

Fonte: Site do Cruzeiro

No início do campeonato, ninguém levava muita fé que o Cruzeiro chegaria tão longe. O time era bom, mas havia acabado de perder o Campeonato Mineiro pro maior rival e nem mesmo estava na Copa Libertadores da América, competição na qual o Cruzeiro costuma ser figurinha carimbada. O pessoal acreditava mesmo era no Corinthians (o campeão mundial), no São Paulo, Grêmio, Internacional, Fluminense e, até mesmo, no Atlético Mineiro, que fez uma bela campanha e ganhou a Libertadores deste ano. Segundo os especialistas esportivos, o Cruzeiro chegaria, no máximo, “a disputar vaga para a Libertadores”.

Mas foi ai que surgiu Marcelo Oliveira. No início, muito criticado pela torcida, pois já jogou e comandou o maior rival do Cruzeiro. Como um legítimo mineiro, ele foi comendo pelas beiradas, projetando o time para um objetivo bem maior: a busca pelo título. Ninguém nunca viu o time azul tão focado e determinado quanto neste ano.

E cada jogador teve uma importância ímpar. Desde o mito Dedé, Dagoberto, Everton Ribeiro, Willian, Ricardo Goulart, Lucas Silva, Ceará, Egídio, Borges, Nilton, Júlio Baptista até o Fábio, todos essenciais ao time.

Juliana Flister/Textual

E não tem nem o que falar do Fábio. Titular há oito anos, ele é um exemplo de jogador, e o herói do título. Apesar de alguns altos e baixos no início da carreira e, até mesmo, nunca ter sido reconhecido devidamente pelos técnicos que comandaram a Seleção Brasileira, Fábio nunca se deixou abalar e, a cada dia, vem melhorando mais e mais (se é que isso é possível).

O Cruzeiro foi realmente impecável neste campeonato, foi muito regular. A pior posição foi na terceira rodada, quando ficou na sétima colocação. O time foi praticamente imbatível dentro de casa, e muito bom fora. Quando assumiu a liderança, na 16 ª rodada, viu Botafogo, Grêmio e Atlético-PR querendo chegar também, mas a Raposa logo abriu uma vantagem tão grande, que era bem difícil de reverter.

No último domingo, o título ficou praticamente consolidado no jogo contra o Grêmio. O Mineirão estava lotado e, brilhantemente, o time ganhou de 3×0. Como segurar a comemoração? O jeito foi comemorar com 58 mil cruzeirenses cantando a música mais importante deste título: “Nós somos loucos, somos Cruzeiro!!! Dizem que somos loucos da cabeça, amamos o Cruzeiro é o que interessa. O mundo inteiro teme La bestia negra!! Seremos campeões e não se esqueça!!”. Momento opinião de torcedora: foi o dia mais lindo e arrepiante da minha vida.

 

Foto: Laura Soares

 

Na quarta-feira, após o Criciúma ter ganhado do único time que poderia ameaçar a festa dos cruzeirenses, com gol de um ex-cruzeirense (Wellington Paulista – nosso querido “Welligol”), o Cruzeiro já era campeão. Mesmo assim, jogou um segundo tempo incrível, como se nem soubesse do outro resultado. Enfim, garantiu a vitória (3×0) sobre o Vitória e veio pra consolidar o que todo mundo já tinha certeza: Cruzeiro o campeão brasileiro de 2013, com quatro rodadas de antecedência!! A taça só será entregue no Mineirão, no jogo contra o Bahia.

Fonte: Site do Cruzeiro

E para finalizar, aqui vai meu agradecimento… Obrigada Cruzeiro!!! Ganhando, perdendo ou não jogando, você continua sendo o melhor time de todos, e o sentimento não para. A nação azul agradece por mais essa alegria… Parabéns àqueles que conseguiram fazer desse momento o mais incrível de todos. E não importa qual time você torça, ele perdeu pro Cruzeiro… Melhor ataque, melhor mandante, melhor visitante… E como diz o vídeo, não venha dizer que o campeonato foi nivelado por baixo ou que a qualidade estava bem abaixo dos outros anos… Foi o Cruzeiro que estava bem acima e, mais que merecido, somos tricampeões!

 

Laura Soares

@lauradssoares

 

 

Recent posts in Cruzeiro

 
 

Add a comment

required

required

optional


 
 

Últimos posts

 
 
 

Redes sociais

 
 
 
 

Post em destaque